Carlos Lucas de Souza e a ideia de uma nova civilização em São Lourenço

Eubiose
No fim dos anos 80, eu conversava muito com o escritor Carlos Lucas de Souza sobre os tempos atuais. Caminhávamos ao entardecer em São Lourenço. Ele gostava de dizer que a sociedade converge, na sua grande maioria, para a ordem e o respeito as leis e aos direitos. Uma minoria, no entanto, busca a desordem, a corrupção e o desrespeito aos direitos dos cidadãos. Sempre foi assim. Em momentos mais dramáticos da história, a minoria citada parece ganhar mais força e se multiplicar. Os vários roubos ao dinheiro público nos governos são exemplo disso. Então Carlos Lucas pegava carona nas ideias do filósofo Henrique (Eubiose), que foi pioneiro na busca do turismo místico em São Lourenço, e dizia que estamos vivendo um tempo "apodrecido e gasto" e que os "seres das trevas", no início do terceiro milênio, tentariam atrapalhar o nascimento de uma nova civilização mais justa e inteligente em São Lourenço e no Brasil. Quem seriam os "seres das trevas" senão os políticos mal intencionados que ficam rondando o Poder Público em Brasília para meter a mão nos recursos que deveriam ser mais bem aplicados na educação e na saúde? Pois é... Temos que nos orgulhar da nossa história e da nossa cidade, pois tivemos filósofos e pensadores entre nós. A Grécia nunca abandonou seus filósofos e pensadores, e acho que fez bem. Isso cobra de todos nós uma tomada de consciência, impelindo-nos a repensar e agir na prática.
Por Marco Aurelio Dias  |  São Lourenço Post  |  Veja esta notícia no UOL MAIS ou em PDF
Compartilhe esta notícia

Anúncios Dentro das Postagens