Você é a mulher ideal para um homem?

casamento feliz
Um senhor, achando-se solitário, procurou-me na Capela Nhá Chica, em São Lourenço, MG, dizendo que queria para ele uma mulher com certas qualidades, e nomeou-as, para que esta mulher especial o fizesse feliz, e pediu minhas orações para que isto acontecesse. Disse-lhe que não podemos ter as mulheres. Não podemos ser donos delas. Podemos amá-las e admirá-las. Também não podemos ficar escolhendo as suas qualidades como se elas fossem um produto e tivessem marca. Elas não são nossas, são da natureza, assim como a lua é da natureza e não pode ser nossa. Temos este erro da educação: crescemos acreditando que somos donos de pessoas e coisas, e talvez esta seja a origem dos maiores conflitos psicológicos que arquivamos no inconsciente, bem como a origem de muitos conflitos sociais. Aquele homem, ainda que inocentemente, queria uma mulher ao estilo de um passarinho que ele pudesse trazer preso na gaiola. As pessoas só podem ser delas próprias. E um homem só pode ser feliz por ele próprio. Temos que estar fora da gaiola. E não podemos transferir para outra pessoa a nossa responsabilidade de ser feliz. Ninguém tem a missão específica de fazer outra pessoa feliz. Expliquei-lhe isto e sugeri que orássemos para que ele fosse escolhido por uma mulher que viesse a amá-lo. Meses depois ele conheceu uma turista no Parque das Águas, por quem se apaixonou, ela idem, e foi ser feliz com ela no Rio de Janeiro. Com o detalhe de que essa mulher é completamente diferente das qualidades que ele imaginava na sua musa ideal.
Por Marco Aurélio Dias 
Veja esta notícia no Uol Mais, no Luis Nassif, no Facebook, no Google+, no PDF
Compartilhe esta notícia

Anúncios Dentro das Postagens